Pokemon Go denunciado como “Maçônico” na Arábia Saudita

123

Às vésperas do lançamento do aplicativo de celular “Pokemon Go” no Brasil vai a notícia: Clérigos muçulmanos da Arábia Saudita renovaram uma fatwa de 2001 que proíbe os muçulmanos de correrem atrás de Pikachu, Charmander ou Charizard.

Diz a Fox News:

Notícias vindas da imprensa árabe dão conta de que na quarta feira o Sheikh Saleh Al-Fozan, membro do ultraconservador conselho de clérigos do Reino saudita, afirmou que a nova versão do jogo é a mesma coisa que anterior.

O edito afirma que a estrela de seis pontas no jogo, por exemplo, é associada ao estado de Israel e que certos símbolos triangulares têm sifgnificação maçônica. Cruzes no jogo são símbolos do Cristianismo, enquanto outros símbolos são associados ao politeísmo.

ENQUANTO ISSO, nos Estados Unidos, algumas Grandes Lojas e Lojas entraram no jogo.

APokemonMasonic

This article has 1 Comment

Deixe uma resposta