Presidentes Americanos Maçons (Parte 4)

O York Blog publicará nas próximas segundas uma sequência de resumos biográficos dos Presidentes Americanos Maçons publicado pela Grande Loja do Texas.

Presidentes Americanos Maçons

Por Grande Loja do Texas

Tradução: Luiz Felipe Rosenzweig Ferreira

WILLIAM H. TAFT, 27º PRESIDENTE AMERICANO (1909 – 1913)

William Howard Taft nasceu em 15 de setembro de 1857 em Cincinnati, Ohio, filho de um notável juiz. Ele se formou pela Yale University e retornou a Cincinnati para formar-se em Direito[1] e advogar. Ele apareceu na política através de nomeações para o meio jurídico[2] obtidas através da sua competência e eficácia. Taft foi feito maçom na “Body of Kilwinning Lodge” em Cincinnati, Ohio, em 18 de fevereiro de 1909. O pai de Taft e seus dois Irmãos também eram membros dessa Loja. Após a Cerimônia o Irmão e Presidente Taft escreveu aos Irmãos, dizendo: “Estou feliz por estar aqui e por ser um maçom. Faz-me bem sentir a emoção que vem do reconhecimento de Deus e da irmandade dos homens”. Taft era um ilustre jurista e um administrador eficaz, mas um péssimo político. Grande, jovial e consciencioso, Taft foi empossado como Presidente em 1909 e passou quatro desconfortáveis anos na Casa Branca tomado pelas intensas batalhas entre as facções políticas de Washington. O mandato de Taft acabou em 1913 e após isso atuou como professor de Direito na Universidade de Yale quando o Presidente e Maçom Warren Harding o nomeou Chefe de Justiça da Suprema Corte dos Estados Unidos[3], posto que ocupou até pouco antes da sua morte em 8 de março de 1930 em Washington D.C.

 

WARREN G. HARDING, 29º PRESIDENTE AMERICANO (1921 – 1923)

Warren G. Harding nasceu próximo à Marion, Ohio, em 2 de novembro de 1865. Um ativo líder civil, tornou-se editor de um jornal. Ele era curador da Trinity Baptist Church, diretor em diversos negócios importantes, líder em organizações fraternais e organizações de caridade. Harding foi iniciado na maçonaria em 28 de junho de 1901 na “Marion Lodge” em Marion, Ohio. Em virtude de seu antagonismo pessoal o Irmão Harding não foi passado até 1920, quando já havia sido eleito para Presidente. Amigos convenceram os opositores a retirar a objeção e Harding pode chegar ao grau de Mestre Maçom na mesma Loja em que iniciara, 19 anos antes. Harding ganhou a eleição de 1920 de forma surpreendente e única com 60% dos votos populares. Em 1923, após a I Guerra Mundial a depressão deu lugar a uma nova onda de prosperidade e jornais aclamaram Harding como um sábio estadista. No entanto, começaram a surgir acusações de que alguns amigos de Harding estavam usando suas posições oficiais para enriquecimento pessoal. Um Harding alarmado e preocupado temia as repercussões políticas de expor os escândalos. Depressivo Harding viajou para o Oeste no verão de 1923 carregando o peso da corrupção. Infelizmente, ele não viveu para descobrir a reação popular aos escândalos de sua administração. Em 2 de agosto de 1923 Harding morreu em São Francisco de ataque cardíaco.

 

FRANKLIN D. ROOSEVELT, 32º PRESIDENTE AMERICANO (1933 – 1945)

Franklin D. Roosevelt nasceu em 30 de janeiro de 1882 no Hyde Park, Nova York. Ele frequentou a Harvard University e depois a Columbia Law School. No dia de São Patrício de 1905 casou-se com Eleanor Roosevelt. Roosevelt entrou no serviço público através da política, servindo a diversos cargos estaduais[4] e federais[5] antes de ser eleito Governador do Estado de Nova York em 1928. No verão de 1921, aos 39 anos, foi acometido com poliomelite. Demonstrando incrível coragem Roosevelt lutou para recuperar o uso das pernas, especialmente através de natação. Roosevelt recebeu os três graus maçônicos na “Holland Lodge” em Nova York em 1911. Durante sua vida ele foi um apoiador da maçonaria e possuía uma frequência regular. Ele foi eleito Presidente em novembro de 1932 para o primeiro dos quatro mandatos que foram do pós Grande Depressão (1929) até o fim da Segunda Grande Guerra Mundial (1939 – 1945). Seu mandato coincidiu com um período de grande mudança social e política nos Estados Unidos. Roosevelt assumiu a Presidência com o país no fundo da Grande Depressão e trouxe esperança para o país, conforme prometido, agindo vigorosa e assertivamente afirmando em seu discurso de posse “a única coisa que devemos temer é o próprio medo”. Quando os japoneses atacaram Pearl Harbor em 7 de dezembro de 1941 Roosevelt direcionou a mão de obra e recursos da nação para a II Guerra Mundial. Durante esse período ele dirigiu os esforços de guerra, mas também contemplando o plano da Organização das Nações Unidas de que dificuldades internacionais poderiam ser resolvidas. Enquanto a Guerra se aproximava do fim a saúde de Roosevelt piorou e em 12 de abril de 1945, enquanto estava em Warm Spring, Georgia, ele morreu de hemorragia cerebral no início do seu quarto mandato presidencial.

[1] Taft formou-se em Direito pela Escola de Direito de Cincinnati, a quarta mais antiga dos Estados Unidos.

[2] Ele atuou como Advogado-Geral dos Estados Unidos (1890-92) e Juiz da 6ª Corte de Apelações Federal.

[3] Taft até hoje é o único americano a ter presidido o Executivo e o Judiciário americano.

[4] Senador Estadual de Nova York pelo 26º Distrito (1911 – 13)

[5] Secretário Assistente da Marinha (1913 – 20)

Deixe uma resposta